SOBRE MIM

Sou um apaixonado por várias coisas entre elas as motas mundo para o qual despertei só depois dos 30 anos. Desde miúdo que gostava de ter uma mota, mas por proibição dos meus pais e mais tarde por falta de um sítio para a guardar a mota, fui adiando. Outros interesses como a carpintaria (bichinho que já vinha do avô) é hoje alimentado nas horas vagas como algo bastante relaxante…

“A jornada de um Homem à procura do seu novo estilo de vida”

Depois de ter passado a barreira dos 30, tive a necessidade de rever os meus valores, as minhas ambições, os meus sonhos, as minhas conquistas e a minha vontade de viver de uma forma apaixonada. Percebi que faltava algo para me sentir o homem que sempre quis ser e que um dia iria compartilhar com alguém.

Cheguei a uma decisão. Procurar ser e fazer o que sempre quis e por uma razão ou outra, foi adiando ou esquecendo.

Só assim podia, com conhecimento de que tinha todas as ferramentas em mim de lutar pela vida, e nunca desistir de a viver.

Como sou um recém-chegado a este mundo, procuro encontrar pessoas que partilhem o meu gosto pelas duas rodas, pela carpintaria assim como por outros assuntos de interesse, aprendendo com elas, ouvindo a suas histórias e opiniões, testemunhando as suas ideias, projectos, pensamentos e acompanhar a evolução da mentalidade humana por um estilo de vida mais saudável e sustentável.

Acho que somos privilegiados por estarmos a viver em tempos de grandes mudanças sociais, que por razões económicas, estamos obrigados a adoptar um estilo de vida que se foca nos interesses reais do ser humano onde os bens materiais são vistos com outro valor. Que tenha uma ligação connosco! Que faça parte da nossa vida com real interesse! Nisso a personalização acaba por ter um papel fundamental na construção da nossa identidade, seja numa atitude para com a vida, seja num protesto, na defesa de causas, numa profissão ou hobbies, num carro, numa peça de roupa, na música que ouvimos… na nossa consciência.

Tornarmo-nos únicos, distinguirmo-nos dos outros, sempre foi o objectivo do homem, mas que desta vez se reflicta em tudo o que nos rodeia, seja pela simplicidade ou pela importância de estarmos conscientes da nossa postura em sociedade, vivendo em harmonia com os demais.

E com o testemunho do passado, viver um presente com a vontade que o futuro traga melhores dias, quero descobrir-me nas minhas crónicas, Crónicas do Renascido.

Amaro